Respeito e cidadania: calçada não é lugar de estacionar veículos

Em algum momento do dia, todos somos pedestres. Porém, muitos condutores esquecem disso e tomam todo espaço da calçada para usá-la como estacionamento. E essa situação ocorre com frequência nos bairros de Formosa, principalmente no Bairro Formosinha. Segundo os moradores, está ficando impossível transitar pela calçada ou até mesmo atravessar a rua devido ao número de carros parados irregularmente no local. “É na calçada, na contramão…difícil um cadeirante ou um idoso ter segurança ao andar pela via”, afirma o leitor que denunciou o fato. Nossa reportagem esteve em várias ruas do bairro e também no Bairro São Benedito e constatou a veracidade dos fatos denunciados. (fotos).

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Ciência (IBGE), no Brasil cerca de 30% dos passeios cotidianos são realizadas a pé. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de um quinto das pessoas mortas em acidentes de trânsito a cada ano são pedestres. “Por esse motivo, a calçada deve estar disponível totalmente para o pedestre, elas devem estar livres de obstáculos, como entulhos, caçambas, postes de luz, placas de trânsito, comerciantes e veículos estacionados”.

O inciso V do Artigo 29 do Código de Trânsito Brasileiro diz que “o trânsito de veículos sobre passeios, calçadas e nos acostamentos, só poderá ocorrer para que se adentre ou se saia dos imóveis ou áreas especiais de estacionamento”; no entanto, não é o que pode ser observado no trânsito de Formosa. A calçada, área destinada aos pedestres (com pequenas exceções onde é comum aos veículos), é muitas vezes utilizada de maneira não respeitosa – e inclusive ilegal – pelos condutores de veículos. Segundo o CTB estacionar nas calçadas é infração grave, com multa de R$ 127,69.

O Portal de Notícias pontaaponta.com.br  encaminhou as denúncias À Superintendência de Trânsito e a guarda municipal e espera que medidas sejam tomadas

Please follow and like us:
Pin Share

Compartilhe

Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais comentadas

Get The Latest Updates

Envie-nos um email

Não aceitamos spam

Categories

.

Mais notícias

Saudades do CERRADO

Não faz muito tempo, talvez a menos de vinte anos, a região do entorno de Brasília tinha uma vegetação rica em arvores, arbustos e forrageiras.